A Fundação Casimiro Montenegro Filho – FCMF é uma instituição de direito privado sem fins lucrativos de caráter científico. Foi estabelecida em 1990 pela Associação dos Engenheiros do ITA – AEITA e o grupo de Empresas Fundadoras:
  • DIEBOLD Procomp Industria Eletrônica Ltda
  • J.P. Engenharia Ltda
  • Motores ROLLS ROYCE Ltda
  • NEC do Brasil S.A.
  • PILKINGTON Vidros Ltda
  • RHODIA S.A.
  • SIEMENS Ltda
  • Soluções Integradas PROLAN
  • TDA Indústria de Produtos Elétricos Ltda
  • TELEGLOBAL S-A.
que visualizaram a necessidade da criação de uma instituição sem fins lucrativos, voltada à Pesquisa e Desenvolvimento na área de Tecnologia Avançada, para complementar e apoiar, prioritariamente, as atividades exercidas pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA.

Através do Decreto de 12 de Novembro de 1996, a FCMF foi declarada “Entidade de Utilidade Pública Federal”, tendo sido, por este ato, reconhecida pelos serviços prestados à sociedade no campo tecnológico.
 

A partir Novembro de 1999, a FCMF tem sido regularmente credenciada pelo Ministério da Educação e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação como Fundação de Apoio do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA, bem como posteriormente dos outros institutos do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA, listados na página “Instituições Apoiadas”.

4
Laboratório de Estruturas do ITA

 

De acordo com a legislação pertinente às fundações de apoio, a FCMF, através de Convênios, Contratos ou Termos de Cooperação realizados entre empresas e as ICTs apoiadas, possibilita o desenvolvimento de projetos na área de tecnologia avançada para os mais diversificados segmentos do mercado, utilizando capacitação e conhecimento de pesquisadores, consultores e engenheiros especializados, permitindo a interface entre as empresas, instituições educacionais e centros tecnológicos.

Ainda de acordo com a legislação vigente, a FCMF não remunera seus dirigentes pelos serviços prestados; não distribui qualquer parcela de seu patrimônio ou de suas rendas a qualquer título; aplica seus recursos integralmente no país e na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais; mantém escrituração completa de suas receitas e despesas em livros revestidos das formalidades que assegurem a respectiva exatidão; conserva em boa ordem a documentação de suporte da escrituração pelo prazo de cinco anos; apresenta anualmente declaração de rendimentos; não apura superávit em suas contas e quando este ocorre é aplicado integralmente na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais, procedendo à  regular retenção na fonte de tributos devidos por terceiros.

O Marechal-do-Ar Casimiro Montenegro Filho, patrono da Fundação Casimiro Montenegro Filho, nasceu em Fortaleza, Ceará, em 1904.

Marechal do Ar Casimiro Montenegro Filho
Fonte: Wikipédia

Desde cedo, interessou-se pela aviação, que naquela época, dava os primeiros passos e começava a apresentar os contornos de algo que marcaria o modo de viver das pessoas em todo mundo.

Em 1923, entrou na Escola Militar no Rio de Janeiro, alcançando com rapidez posições importantes, mostrando habilidade e competência nas funções que exercia. Em 1931, foi o piloto que tornou realidade o Correio Aéreo Nacional, fazendo pela primeira vez um vôo histórico do Rio de Janeiro para São Paulo, levando uma única carta.

Sempre manteve sua forte vocação de pioneiro e visionário. Acreditava firmemente na força da educação, como ferramenta do desenvolvimento. Dedicou-se particularmente para construir as bases para atividades industriais que assegurassem o desenvolvimento da aviação e de seu país. Concluiu com êxito o Curso de Engenheiro Militar na Escola Técnica do Exército em 1938.

Em 1943, já promovido a Tenente-Coronel, assumiu a Diretoria Técnica da Aeronáutica, quando começou a pensar que somente teríamos uma indústria aeronáutica no Brasil quando se pudesse dispor de uma escola que pudesse proporcionar a formação e a preparação dos técnicos de alto nível que seriam necessários. Germinava, em sua cabeça privilegiada, a idéia da criação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA.

300px Idealizadores

Procurou então, as escolas mais destacadas do ramo, em particular nos Estados Unidos, onde visitou o Massachussetts Institute of Technology – MIT e o Wright Field, destacado centro de treinamento e de formação de pessoal para a Força Aérea norte-americana. Naqueles seus pensamentos caminharam na direção de criar um Centro Técnico que pudesse se apoiar em três direções básicas: ensino, pesquisas e indústria. Foi assim que, auxiliado por uma equipe de oficiais da aeronáutica e assessorado pelo Prof.Dr. Richard Smith do MIT, em 1948, começou a transformar o sonho em realidade.

O Marechal Casimiro Montenegro Filho faleceu aos 95 anos, no dia 26 de fevereiro de 2000, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, deixando um legado de extrema importância ao desenvolvimento do país e um exemplo dignificante para todas as gerações vindouras.

A gestão da FCMF é exercida pelos Conselho Diretor e Conselho Curador, constituídos por ex-alunos do ITA, todos voluntários e não remunerados por suas atividades na Fundação.

Conselho Diretor

Luiz Sérgio Heinzelmann (Presidente)
João D’Amato Neto (Vice-Presidente)
Claudia Vergueiro Massei
Elso Alberti Junior
Gerson Luiz Montenegro
Horácio Aragones Forjaz
Luis Afonso Durgante Pasquotto
Renato Mello Zanetta
Satoshi Yokota
Silvio Kiyoharu Maemura

Conselho Curador
Alexandre Nakamura
Lineu Fernando Constantino
Jairo Martins da Silva
João Fausto Fernandes Dias
Ricardo Cartaxo Modesto de Souza
Nelson Azevedo Cardoso
Venâncio Alvarenga Gomes

A FCMF é organizada internamente em cinco Coordenadorias:
– Prospecção, Propostas e Contratos – PPC;
– Gestão e Execução de Projetos – GEP;
– Administração, Infraestrutura e Compras – AIC;
– Gestão de Recursos Humanos – GRH; e
– Gestão Financeira e Controladoria – GFC
Conta também com Assessoria Jurídica e Assessoria Contábil externas. Criou e mantém a INCUBAERO, incubadora de empresas de base tecnológica, com o LABTEC, seu laboratório de apoio às empresas incubadas.